Sábado, 22 de Junho de 2024
31°

Tempo nublado

Altos, PI

Dólar
R$ 5,43
Euro
R$ 5,81
Peso Arg.
R$ 0,01
Altos e região 73,7 milhões

Balança comercial do Piauí teve superávit de US$ 73,7 milhões em março

Exportações acumuladas de 2023, de janeiro, fevereiro e março foram 14,3% (US$ 31,9 milhões) maiores referentes aos mesmos meses de 2022

16/04/2023 às 17h14 Atualizada em 16/04/2023 às 17h27
Por: REDAÇÃO Fonte: Ascom Governo do Piauí
Compartilhe:
Balança comercial do Piauí teve superávit de US$ 73,7 milhões em março

A Balança Comercial do Piauí no mês de março de 2023 gerou um superávit de US$ 73,7 milhões. Isso porque as exportações do estado somaram a US$ 99,7 milhões, enquanto as importações no período aferido cresceram alcançaram  US$ 13 milhões.

As exportações acumuladas de 2023, de janeiro, fevereiro e março foram 14,3% (US$ 31,9 milhões) a mais referentes aos mesmos meses de 2022. Isto é, foram US$ 223,3 milhões em 2023 e US$ 191,4 milhões em 2022. O Superintendente do Desenvolvimento Econômico, Deusval Lacerda de Moraes acrescenta: “É importante ressaltar que ocorreu mudança no comportamento exportador piauiense, pois se em janeiro e fevereiro o milho foi a vedete com mais de 80% dos produtos vendidos, em março a soja já apresentou-se com vigor no mercado internacional.”

Assim, as commodities relevantes do agronegócio piauiense foram o milho, com índice de 49%, com vendas de US$ 110 milhões, e a soja, com índice de 41%, com exportações de US$ 90,5 milhões. Os municípios que mais comercializaram o cereal e a oleaginosa foram Bom Jesus, Uruçuí e Baixa Grande do Ribeiro.

Com a soja avançando nas exportações do cerrado piauiense em março, a China ressurge como potencial comprador. Nesse contexto, os países que mais importaram foram China (33%), Espanha (11%), Coreia do Sul (9,9%), Japão (6,5%) e Irã (5,9%). As vendas do milho foram no volume de 87.422.943 Quilograma Líquido. As da soja foram de 73.149.809 Quilograma Líquido. E o total das exportações de março de 2023 foi de 178.414.170 Quilograma Líquido.

Por fim, destaca-se que o Governo do Estado é agente ativo e impulsionador na promoção do desenvolvimento econômico e social do Piauí com o incremento da infraestrutura nos territórios produtivos com vistas a aumentar a produtividade e a inovação, dinamizar e acelerar a comercialização, atrair investimentos e melhorar substancialmente o ambiente de negócios no Estado do Piauí.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias